Quem eu sou

Minha foto
Patos, Paraíba, Brazil
A Juventude Missionária se dá a conhecer como um grupo voluntário com uma proposta de evangelização a serviço da Igreja Católica. Não é um movimento nem uma pastoral; é um grupo de jovens missionários ligados à POM (Pontifícias Obras Missionárias). Nosso objetivo principal é unir-nos ao mandado de Jesus Cristo: "Ide pelo mundo e pregai o evangelho!" (Mc 16, 15). Nosso trabalho se realiza, basicamente, através da organização de Missões de evangelização rurais e urbanas e outras atividades de formação, defesa da fé e promoção das devoções e tradições populares. A JM busca despertar na juventude de hoje o desejo e a consciência da necessidade de ser um orientador aos irmãos na fé, de ser transmissor da mensagem de Cristo, de fundamentar sua fé e sua confiança na doutrina da Igreja e de ser um jovem reflexivo, com rica vida de oração. Trata-se de uma grande oportunidade para jovens que desejam fazer algo a mais pela Igreja e trabalhar a serviço dos mais necessitados. Jovens que queiram vivenciar este carisma devem ter idade entre 15 e 30.

sábado, 27 de maio de 2017

JUVENTUDE MISSIONÁRIA E INFÂNCIA MISSIONÁRIA EM MISSÃO NA SEMANA SANTA


Na semana santa, entre os dias 13 à 16 de Abril de 2017, os jovens assessores da Infância e Adolescência Missionária (IAM) junto com os jovens da Juventude Missionária (JM), ambos da Diocese de Patos (PB), participaram da "Semana Santa Missionária 2017" dentro do Projeto Missionário da Paraíba, realizado nas cidades de Assunção e Salgadinho.

(In memoriam - Dona Inácia - viveu sua páscoa - agradecemos a Deus por termos tido o privilégio de partilhar alguns de seus últimos dias aqui na terra)

Os jovens missionários foram divididos em vários grupos para serem enviados ao máximo de comunidades possíveis, que por conta da distância entre elas, é quase impossível a presença constante do pároco. O intuito da missão era fazer a convivência junto com as comunidades, promovendo inúmeras visitas missionárias às famílias, visitando os doentes, realizando as celebrações da palavra em referência ao tríduo pascal, e auxiliando as comunidades em ações sociais. Ao todo foram mais de 8 comunidades contempladas com a ação missionária, na qual tem o incentivo e pastoreiro do Pároco Pe. João Saturnino.



Ainda, os jovens missionário da JM que ficaram na cidade de Patos (PB), realizaram uma simples e relevante visita a um dos abrigos dos idosos, levando esperança, conforto e alegria às pessoas que são tão carentes de companhia, mas que tem uma sabedoria profunda a ser compartilhada, principalmente com os mais novos, doando a eles memória, passado e identidade. Como bem disse o Papa Francisco: "Escutem os idosos, são uma riqueza e não podem ser ignorados."

Os jovens que embarcaram na missão voltaram para casa de coração cheio de esperanças e fé renovada, pois quando partilhamos a vida, a fé e a esperança, todas elas são multiplicadas, o serviço na missão do Reino de Deus nos enriquece e dá sentido as nossas vidas, como disse o Padre João Saturnino aos jovens: "Quando não saímos do ovo ele fica podre, 'gora', precisamos de uma Igreja com pessoas que quebrem as cascas e saiam em busca dos outros." Como também disse o Papa Francisco: "Quem não vive para servir, não serve para viver."














domingo, 19 de março de 2017

MISSÃO COM MORADORES DE RUA - TESTEMUNHO MISSIONÁRIO


A Juventude Missionária (JM) da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, Diocese de Patos - PB, realizou na madrugada do dia 19/03, uma missão nas ruas da cidade junto com os moradores de Rua que vivem em situação de extrema vulnerabilidade. Eis o relato/testemunho de uma das missionárias, a jovem Danielle Oliveira:

"Somos a igreja, nós somos a igreja, é onde Deus habita, onde é, o templo do Espirito Santo de Deus." 

É o que me define neste momento. É o que me definiu com maior força, durante a madrugada inteira andando nas ruas de Patos, levando roupas, produtos higiênicos, lençóis, travesseiros, sapatos etc, que foram doadas por pessoas que fizeram parte dessa mais bela missão de Cristo. "Não tenho ouro nem prata, mas trago comigo o mais valioso: Jesus Cristo." Papa Francisco [ Atos 3:6].
Sentar no chão, estar com eles! Conversar, ouvir suas histórias e dores, e estar com eles! Dar-lhes algo de comer e beber, e estar com eles! Enxugar suas lágrimas, e estar com eles! É ver o olhar de Cristo, é estar com Cristo, é enxergar o Cristo ali bem diante de nós. Pois Jesus Cristo está com eles, sempre! Pois foi por eles, pelos injustos que Jesus quis conviver, e andar, e comer entre eles.
Confesso que não foi fácil para mim, e acredito que para todo mundo do grupo da Juventude Missionária que foram nesta missão, ver todos eles deitados, sujos, e entre outros ali deitados no chão duro e frio, sem ao menos algum papelão para se deitar em cima.
Me pergunto. Como pode a sociedade, não importando os fatores que àquelas pessoas foram parar nas ruas, não fazer nada por eles!? Doar algo, ouvir-los, conhece-los melhor? 
Como pode nós, durante o dia passar por eles, e não enxerga-los? Despreza-los? Julga-los? E até, os condenando, por pensar que ilusoriamente somos "melhores" do que eles, de alguma forma?

Eles são, nós! E nós, somos eles! Somos todos de uma mesma obra-prima mais perfeita que Deus realizou na terra. "E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou." Gênesis 1:27
A maioria das pessoas que encontramos nas ruas já eram conhecedores da palavra de Deus. 
Um deles em especial, de nome Gustavo* mas que confessou seu verdadeiro nome depois, me marcou com uma frase que ele mesmo compartilhou para conosco:

"Somos a igreja, nós somos a igreja, é onde Deus habita, onde é, o templo do Espirito Santo." E seus olhos estavam com lágrimas. [Eu já tinha ouvido falar nessa frase. Mas, através de Gustavo* fez-se soar a força verdadeira de cada palavra nessa frase...pois não eram uma frase vazia, dita aos ventos, mas, era com sentido forte, intenso...] E logo acrescentou "sei que sou impuro, não sou como vocês, e não mereço o Espírito Santo dentro de mim, pois o Espirito Santo é puro. Mas, eu oro, e sei que Ele(o Espírito Santo de Deus) está ao meu lado querendo viver dentro de mim, me fazer morada"
.... e logo o corrigimos, primeiro que, todos nós estamos no mesmo patamar, ninguém é melhor que ninguém, e que ele não é inferior a nós, só porque estamos na igreja, todos nós somos imperfeitos(por causa do mundo que nos fez assim), temos os nossos defeitos. E segundo, ninguém é merecedor da presença do Espírito Santo em nós, mas, devido a tamanha misericórdia, o amor de Deus quer nos fazer morada. Somos a sua obra-prima, bela.
"Pois tive fome, e me destes de comer, tive sede, e me destes de beber; fui estrangeiro, e vós me acolhestes." Mateus 25:35
Jesus estava ali! Ele sempre está.
Palavras não faltam, e a emoção é grande. Mas, eis o resumo de uma missão que era o meu sonho de criança pequena(numa idade que diriam - não tem noção do certo e errado). E eis que vivenciei, novamente! Me senti àquela criança(com àquele desejo profundo de ir aos ruas) andando, e sendo evangelizada por cada um deles.
E eis a verdade, a igreja(nós) foi até eles. E a igreja(eles) foi até nós!
"Já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim." Gálatas 2:20
[Com exceção da primeira foto que é atual, não foram feitas mais fotos para retratar a missão, mas estas retratam a mesma missão realizadas alguns anos atrás].
Obs: O intuito era preservar a imagem das pessoas. 

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

JM E IAM PARTICIPAM DE FORMAÇÃO MISSIONÁRIA


No último domingo (12/02), os jovens assessores da Infância e Adolescência Missionária (IAM) e os jovens da Juventude Missionária (JM), participaram de uma formação missionária com intuito de aprofundar os conhecimentos no carisma e história das Pontifícias Obras Missionárias (POM) e no perfil do Jovem Missionário, tendo a formação sido conduzida pelo assessor estadual da Juventude Missionária na Paraíba, o jovem Romualdo Pereira.

O encontro iniciou-se com uma leitura e breve reflexão sobre o trecho do evangelho que fala do semeador (Mateus, capítulo 13, 1-23), para ajudar os jovens missionários na reflexão foi utilizado um pequeno trecho do texto do Sermão da Sexagésima, escrito pelo Padre Antonio Vieira (1608 - 1697), na qual em síntese, foi dado enfoque: "Existem os semeadores que saem a semear, e os que semeiam aonde ficam, os primeiros serão medidos pelos seus passos, os segundos pelos seus paços." Com isso se reforçou nas mentes dos jovens missionários o carisma das Obras Pontifícias, ou seja, a necessidade da saída dos nossos palácios (paços) confortáveis, é preciso dar passos que nos levem ao encontro com o irmão.

Foi lembrado aos jovens que é preciso conhecer bem o carisma e história das POM, pois isso demonstrará a nossa identidade e pertença, que irá se refletir na nossa disponibilidade para a missão e vivência da espiritualidade missionária. Foram ressaltados que o perfil do Jovem Missionário traz um rol de grande exemplo de atitudes para o jovem que vive o carisma proposto pelas POM, devendo mostrar no seu dia a dia, ganhar eco em suas posturas. Ainda fora explanado que o mundo atual em constante mudança se apresenta como um novo campo cheio de desafios, e exige novas respostas dos missionários, que sem perder sua identidade, devem lançar a semente sem medo.

Ao final da formação, o sentimento era que "todo curso deve me levar a um percurso", é preciso colocar em prática os valores missionários mais elementares, não deixar que a missão fique apenas concentrada no plano das ideias, o missionário precisa lançar a semente do reino para que germine e brote bastante frutos.